Postagens

Mostrando postagens de fevereiro 15, 2015

OS PONTEIROS DO TEMPO

Imagem
     Alheios a todos nós lá estão eles, de forma sonora ou silenciosa, isso é o que menos importa. O que importa mesmo é sabermos que eles são insensíveis e que em nenhum momento eles vão parar para  podermos escolhermos o nosso tempo. Até que parece lento, mas sua velocidade é associada ao nosso momento, se estamos felizes ele parece apressado, se estamos aflitos parece que eles param.      O grande segredo é termos a consciência que o tempo vai e o tempo vem, e nesse intervalo ele colhe tudo sobre nós, alheio a todos nós, no que se refere a interferir, e presente constante em como observador. Ninguém, ninguém mesmo, consegue passar ser ser catalogado pelos ponteiros do tempo, ele é o sábio que ouve mais e fala menos, mas quando resolve falar mostra toda a verdade, e essa verdade mostrada é um alerta para a humanidade.      Ah, quantas vezes eu  a lua e uma calçada, comemoramos a noite, e pensávamos que podíamos comemorar, e da pura ingenuidade de pensar que estávamos blindados,

SEM DESTINO

Imagem
A facilidade de armarmos o arco e soltarmos a flecha, é muito constante entre as pessoas, no entanto seria mais inteligente escolhermos o destino certo, senão poderemos cometer injustiças. Nem sempre o nosso pensamento representa a legalidade de nossas ações, e por isso atingimos erroneamente algumas pessoas. Os nossos desejos não podem e nem devem estar acima da lógica e da razão, se agirmos assim estaremos contrariando um dos conceitos básicos, tão necessário e tão importante, o respeito ao próximo. Antes de fazermos qualquer esforço físico para armar o arco e disparar a flecha, é aconselhável purificar o coração e deixar que ele lhe auxilie a eliminar a eliminar o ódio sem motivos, e deixando que a convivência de julgar a aparência. Sem destino certo, essa flecha poderá bater em algum escudo e retornar, se acertarmos a pessoa  errada, isso será um impacto, mas se ela retornar será impactante. Pense antes de armar esse  arco, uma vez que soltar a flecha, ela poderá não chegar a

UM DIA A CASA CAI

Imagem
     Um dia a casa cai. Essa expressão de ironia e de alerta, bem que poderia ser tratada com mais seriedade. A casa em si não quer cair, ela sabe que se cair, será um desastre.      Toda casa tem uma energia diferente, porque toda casa, também tem habitantes diferentes. A casa não cai de surpresa, ela envia varias mensagens, para que seja evitado seu desmoronamento.      E são mensagens simples e visíveis, rachaduras nas paredes, telhas quebradas, goteiras, cupins, e até teias de aranhas, são tantas aparências estranhas, que somente quem não gostar dela, não verá. Se as paredes estão rachadas, veja porque começou e como fazer um reparo, de forma segura.      Quantas vezes você racha um relacionamento, e não teve a sabedoria para identificar o porque, e corrigir a tempo, de forma segura, transparente, e sem deixar cicatrizes aparentes.      Telhado quebrado? Com certeza quebrou com algum tipo de impacto, e quando quebramos a confiança? pense no tamanho do impacto, telhas são sub

UM SONHO QUASE IMPOSSÍVEL

Imagem
     As vezes recebo avisos em meus sonhos, e até tento ignorá-los colocando-os na condição de coincidências, acontece que muitos deles já aconteceram, o que reforçam a ideia de que podemos receber mensagens em nossos sonhos, agora termos a sabedoria de interpretar as mensagens, é a parte mais difícil.      Sonhei que passeava em uma linda colina toda verde e de folhas orvalhadas, existia tanta paz no local, que nem o vento era sentido. Enquanto eu admirava tanta beleza, e ao mesmo tempo tentava descobrir que lugar poderia ter tanta ternura, o silêncio foi quebrado pelo som de um soluço. caminhei na direção do som, e depois de alguns metros, me deparei com um enorme portão, muito alto, pintado de branco, e perecia que era feito de arames.      Ao lado do portão, tinha um anjo chorando muito, alto e de asas curvadas, chorava inconsolado, aos poucos ficou de joelhos, baixou a cabeça e a encostou no portão. Aquele desespero me incomodou, eu me aproximei e perguntei o que estava acont

INSATISFAÇÃO, UM MONSTRO ENTRE NÓS

Imagem
     Esse monstro de boca enorme, sempre querendo e querendo mais, é a insatisfação. Ela é a maior coletora e distribuidora de infelicidades, e talvez o maior elo de ligação entre as pessoas e os demônios, justamente por não ver os motivos que deveriam ser de satisfação e felicidade. Esse monstro chega até nós mansinho e de forma desapercebida, as vezes, até finge que nos ajuda, nos motivando para conseguirmos alguma coisa, quando conseguimos, vibramos com a conquista, mas gradativamente a descartamos, e queremos uma maior, e o mais agravante, é que as vezes ainda nem saímos do calor da conquista, e já a congelamos, somos de uma frieza assustadora, e é nesse momento que a insatisfação cresce dentro de nós.      Importante não confundir a insatisfação, com o desejo de conquistas, as conquistas que são valorizadas, as taças são polidas e nunca jogadas fora. No caso da insatisfação, as conquistas perdem o valor, e é esse sentimento de desprezo que alimenta outros monstros dizimadores

A EXPEDIÇÃO

Imagem
     Um dia, um colecionador preparou uma expedição para explorar no mar uma quantidade maior e possível de criaturas marinhas. Pensando apenas em ganhar dinheiro e status, e esqueceu que todo plano maldoso trazem grandes consequências. Colocou um anuncio, oferecendo gratuitamente um grande passeio marítimo. Pessoas que tinham desejos de fazerem um cruzeiro, mas que não tinham condições, aproveitaram a grande oportunidade. Somente alguns membros da tripulação sabiam o plano do patrocinador da viagem. No dia do embarque era uma alegria total, a chamada era feita pelo número de inscrição, as pessoas iam se acomodando, e esperavam ansiosas a hora de levantar a âncora. A ultima família a subir,foi a de um casal e uma filha de quatro anos. Enquanto aguardava a chamada, a menina brincava com uma borboleta. E quando embarcou, a borboleta pousou nem seu ombro, e foi junto com ela.      Durante o dia só navegaram, o homem queria explorar nas águas bem distante da costa e disse ao comandant