Postagens

Mostrando postagens de março 8, 2015

SOLIDARIEDADE

Imagem
     As vezes ouvimos pessoas falarem que o oferecido não tem preço, eu entendo que não é porque a oferta não tenha valor, mas não seja possível estipular o preço. Oferecer apoio sem que a outra pessoa peça, é um dos atos mais sublimes de solidariedade, visto que, algumas pessoas precisam de apoio e não pedem porque já se encontram sem forças e sem esperanças, já ouviram tantos não, que as vezes nem acreditam que exista alguém que possa se preocupar com ela, por isso não pedem ajuda e algumas são mais radicais, não aceitam ajuda de ninguém.      Quando isso acontece, é porque o desespero já se encontra em um grau tão elevado, que tenta representar que pode ser independente, mas isso não representa a realidade, por tanto se acontecer de alguém recusar sua ação solidária, não a ignore, é mais um motivo para prestarmos nossa solidariedade. A solidão, e a exclusão criam um comportamento parecido com o orgulho, quando na realidade isso é uma doença que precisa de cura, e o melhor remédi

TEMPOS DE CRIANÇA

Imagem
     Mágicos e inesquecíveis tempos de criança, em que a fada Inocência tocava em cada criança com sua varinha de felicidade. Ah que gostoso, o algodão doce, a pipoca, e o impagável sorriso do palhaço, promovendo a alegria,      É impossível esquecer, nosso tempo de criança, de amor e esperança, e a alegria de brincar, de correr e de pular, sem ter que pensar em nada, é uma fase encantada, que passamos em nossas vidas, nunca serão esquecidas, essas nossas cirandadas.      Parece que no criador fez de propósito, no início tudo maravilhoso, independente de qualquer lugar, a criança brinca, com os brinquedos que tem, e com os brinquedos imaginários, e mesmo em situações de pobreza, ela consegue brincar, parece que o criador lhe diz, aproveite esse tempo, porque ele passa rápido demais, e depois os desafios da vida vai começar.      Quem já brincou de ciranda, amarelinha ou pião, de vaqueiro ou de patrão, bola de gude ou massinha, de carrinho ou fazendinha, carro de lata ou boneca,